segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Base de Risotto

Nossa, esse blog tá parecendo obra em São Paulo, começa e pára,começa e pára hahahha

2012 chegou, Ano Novo, Vida Nova e muitas receitinhas, eu não sei quanto a Rafa e a Marina, mas eu to de volta e pelo menos uma vez por semana irei passar aqui deixar uma receita ou uma dica culinária pra vocês, nem que seja uma receita de misto quente.

A receita de hoje é uma base de risotto, ou seja, um risotto puro e simples que pra incrementar você adiciona oque quiser e pode virar um risotto de funghi, de abobrinha, de linguiça... enfim, oque você quiser, na minha cabeça tudo pode virar risotto! =)

Risotto é sempre a salvação da lavoura quando você quer uma refeição que rende e seja um pouco mais refinada, não é algo rapidinho, leva tempo e precisa de dedicação, mas super vale a pena, principalmente se for pra uma ocasião especial, eu acredito que fazer uma boa comida é como se vestir bem pra uma festa, mostra que você se preocupou, teve o carinho em pensar no outro e agradar, não tem quem não goste disso né, sem falar que uma comidinha bem feita é sempre uma comidinha bem feita!

Deixemos o blábláblá e vamos a receita, a minha tá, se tá certa ou errado eu não sei, só sei que é como eu faço e tem agradado todo mundo sempre.

Meu risotto de funghi, servido na noite do Ano Novo

Oque você precisa pra fazer um risotto para cinco pessoas (que comem beeemmm) e ainda sobrar um pouco.


  • 400 gramas de arroz Arbório (arroz pra risotto)
  • 2 litros de caldo de frango, carne, peixe ou legumes,  depende que tipo de risotto você vai fazer, quando faço de funghi uso sempre o caldo de frango, que pode ser natural, aquele que você faz em casa ou 3 cubinhos de caldo artificial diluido em água.
  • 1 cebola picada (tamanho médio)
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 3 colheres generosas de manteiga
  • 100 gramas de queijo tipo parmesão ralado
  • 1 copo (200 ml) de vinho branco seco
  • sal a gosto
Como fazer - prepare os braços, essa parte requer bom condicionamento físico.

Numa panela grande coloque a cebola, o alho e duas colheres de manteiga, refogue tudo por alguns minutos em fogo médio, coloque o arroz e antes que comece a dourar coloque o vinho, mexa e remexa, esse é o segredo do risotto, mexer e remexer constantemente, o fundo da panela tem que estar limpo pra que o arroz não grude, quando ver que o vinho foi absorvido abaixe um pouco mais o fogo e adicione a primeira concha de caldo, siga esse processo até o arroz chegar no ponto de sua preferencia, importante é ir colocando o caldo conforme for secando o arroz, você tá lá mexendo e quando começar a ver o fundo da panela é hora de colocar mais uma concha de arroz, tem que ir devagar pro risotto não desandar e ficar com muito caldo, lembrando que o caldo deve ser mantido quente, oque eu faço é deixar a panela com o caldo em fogo baixo ao lado da panela do risotto, assim fica tudo mais fácil e mais prático.
No meio do caminho, depois de uns quinze ou vinte minutos cozinhando é hora de colocar o ingrediente escolhido pra dar o "sabor" no seu risotto, que pode ser de tomate seco, funghi, frango, linguiça, abobrinha, frutos do mar, seja lá oque vc escolher, essa é a hora.
Eu demoro em média 45, 50 minutos pra ficar com meu risotto no ponto, os entendidos do assunto dizem que o ideal é quando está "al dente", mas eu gosto dele mais molinho e por isso talvez demore um pouco mais, você pode ir provando e quando achar que já tá bom você pára de adicionar o caldo, desliga o fogo e então coloca a última colher de manteiga, que deve ser uma colher de sopa no capricho, a manteiga vai dar o toque final no seu risotto, mexe e mistura bem, por último adiciona o parmesão ralado.

Risotto se serve quente, então é da panela pro prato.

Dicas Pessoais

Muito cuidado com o sal, no sábado (31) eu fiz um risotto de funghi e como usei o caldo artificial que já é salgado eu não precisei adicionar absolutamente nada de sal, ficou ótimo e bem saboroso.

Para acompanhar o risotto (exceto o de frutos do mar ou os que já tem carne ou ave) você pode servir uma carne ou ave grelhada, é simples mas complementa muito bem o prato.



Um comentário:

  1. Ja estou com agua na boca
    Receita anotada, amiga!
    Adorei.
    Bjks

    ResponderExcluir